17/11/2009

Peça transmitida pela internet deixa de ser teatro?

O "Teatro para Alguém", primeiro site dedicado a transmitir peças de teatro no Brasil, comemorou seu aniversário de um ano com a estreia da peça "Anúncio", transmitida ao vivo na sexta-feira (13) e que ficará disponível para acesso por tempo indeterminado.

No começo, a idealizadora do projeto precisava explicar sua proposta. "Muitos alegavam que gravar uma peça e colocar na internet não é teatro. Mas a ideia é manter a 'pegada' teatral, sem minimizar movimentos ou expressões, por exemplo", revela Jesion.

“Teatro não é tecnologia”
Em entrevista à Folha nesta semana, o diretor Gerald Thomas declarou que rompeu com o teatro por tempo indeterminado. Uma experiência recente que o desencantou foi "O Cão que Insultava Mulheres - Kepler, the Dog" (2008), espetáculo surgido da "blognovela" que o diretor escrevia em seu endereço virtual - e transmitido ao vivo pela internet.

"Teatro não é tecnologia, é algo para que o público esteja na presença do ator, a metros dele. Se você tenta transformar em tecnologia, fica pretensioso. Essa integração de mídias é a maior mentira que já houve", afirma Thomas.

* As informações são da Folha Online.

Uma peça transmitida pela internet deixa de ser teatro? O que você acha da experiência de assistir a uma peça na web ou pela televisão? Opine.